A famigerada van do metrô


Caras, carinhas e caretas. Bolsas, bolsinhas e jogadores de futebol. Oi, pessoal do meu S2. Sei lá quem são vocês, mas sejam bem vindos. Estranho desejar boas vindas a pessoas que nem se conhece, mas dane-se, né, rerere. Se vocês tivessem aqui em casa eu já estaria desconfiado e com uma faca na mão, risos.

Leiam o título. Leram? Então… a história da famigerada van do metrô é algo que eu quero contar pra vocês. Caras, pra começar, eu não faço idéia do que significa “FAMIGERADA”, mas achei bem imponente pra por no título. Fica mais chocante, mais impactante, mais implante (?????).

A minha história começa com a promessa mentirosa da minha faculdade de que “há uma van que te pega no metrô e te leva até a faculdade” todos os dias. TODOS OS DIAS UMA OVA, ok? Nunca vi essa budega lá, mas ok. Tô feliz mesmo assim. Beleza. Passa.

Eu, numa bela noite de lua e morrendo de sono, saí do metrô. Vocês não imaginam o que eu vejo logo que eu saí… Vou dar só uma chance. Sabem? É, ela estava lá. Isso mesmo… a tiazinha do milho na porta do metrô. Não era possível. A fidaputa nunca tinha ficado até às 19h lá. Parei lá e me esbaldei. Falei “Ê, tia, você é meio folgada, hein. Nunca te vejo aqui, rerere. Sempre sai antes”. Aff, e ela respondeu toda grossa: “É, fio, num é vocês que trabaia das 7 da manhã até as 7 da noite pra sustentar seus doze fio, seus fidaputa”. Confesso que não esperava essa reação da tiazinha do milho, mas reagi: “fique sabendo, TIAZINHA DO MILHO, que você é uma puta de uma velha desgraçada. Fique sabendo, também, que aquele seu milho é uma puta merda de um cocô imenso. Muito ruim. Ruim pra cacete!” (CHUPA, TIAZINHA! Tô te aloprando aqui no blog, hahaha. Vem responder, vem! HAHAHAH SACANAGEM… desculpa. :/). ÓBVIO que eu não disse isso pra ela no cara a cara, mas MORRI DE VONTADE DE DIZER, rerere.

Barraca da tiazinha

Então.. que que eu tava contando mesmo? Nem lembro, essa tiazinha deixa qualquer um puto. Ah, lembrei. Mesmo com todas essas ofensas GRATUITAS para comigo, comprei o milho da tiazinha. Vou dizer que esse milho salvou minha vida (ou não). Enquanto esperava ela cortar aquele milho doido cheio de cabelo, a VAN apareceu. Putz, meus olhos se encheram de lágrimas. Eu, finalmente, ia andar na VAN DO METRÔ DA FACULDADE. Ah… paguei até mais pra aquela tiazinha (FDP, rampeira, caminhoneira, rerere) me dar logo a droga do milho.

A van era branca. Magnífica. Muito doida. Finalmente eu não ia ter que andar aquele extenso percurso até a faculdade (+- 7 minutos). Entrei, sentei e, como dito anteriormente, tava morrendo de sono. Dormi que nem um porco. Pensei: vai chegar rapidinho, já já alguém me chama.

Van do metrô? Nãããão!

Zuuuuuum, Zuuuuuum, Zuuuuuum (esse é o barulho da van). Cheguei. Opa! Pensei: que rápida, que ágil. O ajudante do cara da van, um cara de boa alma, percebendo meu estado de extrema sonolência, teve a compaixão de ir me acordar quando nós chegamos. CARAMBA! Esse serviço de van é bom mesmo, pensei comigo mesmo.

Levantei do banco, pisei na rua e estranhei: CARA, CADÊ MINHA FACULDADE? Olhei pro ajudante do cara da van e falei: “Onde a gente tá? Que lugar é esse? Leva tudo, pode levar… mas me deixa vivo, por favor. Eu tenho família e vó doente em casa”. DICA: SEMPRE USEM “ALGUÉM” DOENTE EM CASA QUANDO ESTIVEREM TRATANDO COM BANDIDOS. NÃO VALE CACHORRO DOENTE, HEIN, PALERMA.

Após o ocorrido, fiquei extremamente envergonhado com a situação embaraçosa que me encontrava. Eu tava no Mundo Mágico de OZ… asco! PUTA QUE O PARIU! EU TAVA EM OSASCO.

Mundo mágico de Oz.. asco!

PEGUEI UMA VAN PRA OSASCO. Ô, fim de mundo da porra. Se você que tá lendo isso mora em Osasco, vá pro inferno. Esse lugar é pra lá de onde Maomé perdeu seu cajado. Sério. Imaginem um lugar longe. Agora imaginem 25 vezes isso mais 32 menos 20. Sou péssimo em matemática, hahaha, mas é mais ou menos essa é a distância que eu percorri pra voltar. O pior de tudo é que eu tava sem um puto no bolso. Fui dar dinheiro a mais pra aquela corna, maldita e sem dente da tiazinha do milho e me fodi. Me fodi duplamente, porque o milho tava todo jogado na minha blusa e cheio de manteiga espalhada por mim. Se não fosse minha habilidade em pedir desculpas, teria ficado pra sempre lá no ponto final dessa cidade esquisita. Falei com o motorista e ele deixou eu voltar com eles.

Pra finalizar, perdi a faculdade, a prova (ah, nem avisei que tinha prova no dia, mas perdi) e qualquer vontade de comer milho pelo resto da minha vida.

/

MORAL DA HISTÓRIA: A UNIÃO FAZ A FORÇA.

(???)

fuerte abraço,

B!

Anúncios

12 Responses to A famigerada van do metrô

  1. Lu disse:

    o que é ‘famigerada’?

  2. Marcio disse:

    Cara, vc é o pior mesmo. Você deve estar com sindrome do “apanhador no campo de centeio”, pq é muita estupidez pra um post só.
    Você pega “uma van que te pega no metrô e te leva até a faculdade” se saber que van é, e ainda diz que a faculade é mentirosa. Acho que mamãe tá precisando acompanhar o filhinho até a escolha, hein!!

    Vc fala que não iria andar 7 min até a faculdade, por isso iria de van. Depois elogia, dizendo: “que rápida, que ágil.”…
    Em seguida fala que Osasco é fim do mundo.

    Fazendo meus cálculos, vc provavelmente estuda na UMC da leopoldina e mora no Rio pequeno.

  3. tHÊ disse:

    nossa essa é a melhor d todas,rachei d rir!!!

  4. Aline Helen disse:

    Hahuahuauauahuauahuahuhauahuahuahuauahuahuahuauahuahuhauauahuauhauhauahuahuahuauauauauauauauauhuahuahuahuahuauahuahuahuahuahuahuahauhuahuahuahuuahuahauhahuahuahuahuauauahuahuahuahuauahauhuauh…..
    aiaiaiaiaiiai
    hauahuhauhauhauhauhauhauhuahuahuahuahuahuahuhauhauhauhauahuahuhauhauhauhauhauhuahuahuauahuahuahuauahuaauauuauahuahuauhauahuhauhauuah
    ai minha barriga….

  5. Arthur Q. disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk³³³³³

    “MUNDO MAGICO DE OZ….ASCO aushaushushuahsuahsuahs²³³³³³³

  6. Brendiinha disse:

    Nooos manoo vooc éé oo melhoor, soo suua fãã seeu bestaa kkkk’, Jáá amoo manoo ♥

  7. carlos disse:

    famigerado: alguma coisa ou alguém famoso, geralmente, por coisa ruim.

  8. Rrapha disse:

    ahuHIUAHIhaiuHAHIHAUHAI
    eu moro em São Paulo mas quase na divisa de Oz !
    “Caras, carinhas e caretas. Bolsas, bolsinhas e jogadores de futebol.” já ri no começo !
    HUIAUIhhauiHAIhuahUHAIu
    tu é criativo cara, curti *lendo os posts todos do blog*
    =D

  9. Meel Fletcher disse:

    heey, eu moro em Osasco quée leva uns boxes? SHAUHSUHSUHSUAHUSAHUShAUhsuaHushAUHSUHsuHSu’
    ri litros

  10. Cecília Passos disse:

    Eu moro em Osasco, aconselho-te nunca mais voltar pra cá, é muito, muito, muito, muito, muito, muito, pegigoso !
    Nem saio ais de casa :/
    caso isso vem lhe acontecer de nvo, te aconselho ficar no estacionamento do SSO [super shopping de Osasco] que é onde os emos, emas, manos e minas, piriguetis e funckeiros ficam fumando maconha e nargile [não sei escrever ok?], sei lá fazendo o que .
    Apesar de serem muito estranhos, não fazem quase nenhum mal a nínguem 😀

  11. Mike disse:

    Cara… eu moro em Osasco e não é um fim de mundo !!! Pelo menos onde eu moro não.. Tem gente feia pra poraaa e nordestinos (nd contra) + só…

    Ninguem tem culpa si tu foi estúpido e durmiu na van e vieo parar aqui…

    E fim de mundo meu amigo, é Carapicuiba ¬¬

  12. Du disse:

    Cara.. Sou de Osasco.. E tenho carro.. Compra um carro!

    E se você mora no Rio Pequeno e estudou na UMC.. Va a merda!.. Alem de pobre é burro!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: